Prevenção ao Colesterol Ruim

O colesterol é uma gordura importantíssima para o organismo humano,  é composto por membranas celulares e está presente em órgãos como: coração, cérebro, fígado, músculos, entre outros. O nosso próprio organismo usa o colesterol para produzir hormônios, vitamina D, testosterona, cortisol e ácidos biliares que ajudam na digestão das gorduras.

Quase 70% do colesterol é produzido pelo próprio fígado, enquanto os 30% são da alimentação diária. Porém, consumir grande quantidade de gordura, faz com que o fígado produza mais colesterol ruim do que o normal.

TIPOS DE COLESTERÓIS

LDL: conhecido como colesterol ruim que se acumula nas artérias e coronárias,  formando placas aterosclerose e impedindo o fluxo sanguíneo do coração e cérebro. Isso contribui para acidentes vasculares cerebrais  ou infartos.

HDL: é dito como colesterol bom, agindo como um limpador e levando o colesterol LDL de volta para o fígado. Onde é quebrado e passado pelo organismo em um nível mais saudável. O HDL ajuda a proteger de ataques cardíacos e AVCs.

VLDL: possui baixos níveis no organismo, sua principal função é entregar colesterol aos demais tecidos a partir do fígado. Após liberados, o VLDL passam por séries de modificações na corrente sanguínea e estocando no tecido adiposo ou usando como fonte de energia.

Colesterol Total: é a soma de todos os níveis de HDL, LDL e VLDL, mas dentro dessas partículas existem o colesterol ruim e bom.

PRINCIPAIS CAUSAS

Existem diversos fatores que colaboram para o colesterol ruim, tudo dependerá da forma que você cuida do corpo diariamente. Abaixo estão alguns fatores que podem trazer riscos a sua saúde:

Idade: as mulheres possuem maior risco de colesterol alto, por passarem por níveis elevados de hormônios desde a puberdade até a menopausa. Logo após menopausa, eleva o LDL colesterol mais que os homens, aumentando os riscos para doença coronária.

Histórico Familiar: o paciente herda genes com altos níveis de colesterol LDL, por isso é importante ter um acompanhamento médico.

Má Alimentação e Ausência de Atividades: alimentação agregada em refeições com gordura ou produtos industrializados, contribuem para o mau colesterol, assim como a ausência de atividades físicas no dia-a-dia.

Diabetes: pacientes com a doença são mais suscetíveis a terem baixos níveis de HDL (bom) e terem o LDL (mau) mais elevado no organismo.

EXISTEM SINTOMAS?

O colesterol não apresenta sintomas no organismo como: cansaço, falta de ar, palpitação ou qualquer outro sintoma no corpo. A doença é silenciosa e a maneira mais prática de saber os níveis do colesterol, é através do exame de sangue.

Portanto, sempre faça uma visita ao seu médico e tenha a rotina de exames frequentemente. O seu corpo agradece!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *